COMUNICADO

September 9, 2019

Após exposição e envio de vídeo para a entidade máxima do futebol português, Federação Portuguesa de Futebol, vem o Grupo Desportivo de Alfarim informar sócios, adeptos e amigos do clube, que o castigo e processo disciplinar ao nosso jogador Diogo Galvão, foi anulado. O GD de Alfarim congratula a Federação Portuguesa de Futebol pela reposição da verdade desportiva.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Segue comunicado enviado pela FPF:

Na reunião de 23 de agosto de 2019, o Conselho de Disciplina deliberou instaurar
processo disciplinar (Processo Disciplinar nº 7-2019/2020) ao jogador Diogo Alexandre
 
Galvão Marques e, do mesmo passo, aplicar a medida de suspensão preventiva, pelo
período de 30 dias, estabelecida no artigo 39º, nºs 1,2 e 3, do Regulamento Disciplinar
da Federação Portuguesa de Futebol.
2. Tais deliberações forma tomadas com base no relatado, pelo árbitro, na respetiva ficha
de jogo e forma publicitadas pelo Comunicado Oficial da Federação Portuguesa de
Futebol nº 106, da presente época desportiva.
3. Na passada sexta-feira, dia 6 de setembro, foi rececionada exposição da Direção do
Grupo Desportivo de Alfarim, que agora se transcreve na íntegra:
“1048-2917/19FR
Ao cuidado do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol
A Direção do Grupo Desportivo de Alfarim confrontada com o Processo Disciplinar e
Suspensão Provisória, aplicados pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol
(FPF), ao nosso atleta Diogo Galvão, o Grupo Desportivo de Alfarim vem por este meio relatar a
veracidade dos factos:
No decorrer do primeiro período do jogo realizado no passado Domingo, pelas 17:30 na
Praia do Ouro em Sesimbra, a contar para a Taça de Portugal de Futebol Praia, que opôs as
equipas do GD Alfarim e do Sporting CP, num lance disputado junto à linha lateral, entre o nosso
atleta Diogo Galvão e o atleta do Sporting, Coimbra, o nosso atleta pontapeia a bola, já depois
desta ter ultrapassado a linha lateral, tendo a bola acertado no árbitro Wilson Soares. Foi um
lance fortuito, como se poderá verificar no vídeo em anexo, sendo que no momento do remate, o nosso atleta está com a cabeça baixa. Ao aperceber-se de que a bola atingiu o árbitro, o nosso
atleta levanta imediatamente o braço, pedindo desculpa.
Para surpresa de todos os presentes, o árbitro Wilson Soares decidiu sancionar o nosso
atleta com o cartão vermelho directo. É nosso entendimento que, no máximo, o atleta poderia
ser sancionado com cartão amarelo, pelo facto de ter pontapeado a bola, já depois desta ter
saído pela linha lateral
Naquele momento, inclusivé, os restantes elementos da equipa de arbitragem ficaram
perplexos e questionaram o árbitro Wilson Soares, se tinha mesmo a certeza da decisão tomada
- amostragem de cartão vermelho directo.
Também os elementos da equipa adversária, tais como o delegado Mário Miguel,
treinador José Maria e o atleta Alain ficaram de igual forma surpreendidos com a decisão do
árbitro.
No final do encontro, diversos elementos da equipa do Sporting CP e outros agentes
desportivos ligados ao jogo, mostraram-se disponíveis para, caso necessário, repor a verdade dos
factos, relatando o ocorrido e mais importante, anular esta suspensão injusta aplicada ao atleta,
que não teve qualquer intenção de atingir o árbitro da partida e que não tem qualquer registo
histórico de actos de indisciplina.
Solicitamos que considerem as imagens do vídeo abaixo.
Em virtude do ficheiro ser muito grande, segue link para download do mesmo.
https://we.tl/t-ZMluVGkby2
Com os melhores cumprimentos,
Direcção do GD Alfarim”

4. Visionadas as imagens enviadas pelo clube, resulta colocado em causa o valor
probatório reforçado do relatado na ficha de jogo, configura-se que a aplicação da
suspensão preventiva assentou em erro sobre os pressupostos de facto, pelo que, urge anulá-la.

5. Assim sendo, determina-se:
a. anular a medida se suspensão preventiva aplicada, nos termos expostos, ao
jogador Diogo Alexandre Galvão Marques;

b. que sejam, o jogador e o respetivo clube, notificados deste despacho;

c. que em Comunicado Oficial, se publicite de imediato a anulação de tal sanção;

d. que este despacho, a exposição do clube e o vídeo que enviou, sejam juntos ao
processo disciplinar que foi instaurado.

Cidade do Futebol, 9 de setembro de 2019
José Manuel Meirim
Presidente do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

PARCEIROS

© 2019 by GD ALFARIM | Online desde 13 de Abril de 2000    

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now